9.3.09

Trabalhando em cima disso...

“Se eu fosse casado, sustentasse família, não teria largado tudo. Para empreender é preciso não ter laços, pois o risco é grande.” Marcos Tanaka

“Foi como pular em um precipício. Dá medo, mas, se você não arrisca tomar um fora, não fica com a mocinha.” Manoel Lemos

“Gosto de autonomia e de gerar valor, e gostaria sempre de direcionar meus esforços para obter gratificação. Quero trilhar um caminho em que produza algo que faça a diferença para as pessoas, melhorando algum aspecto da sociedade.” Bruno Yukihara

Fonte: ResultsON

1 comentários:

Marcia Paula disse...

Acho que penso ao contrário do primeiro depoimento: acho que os laços familiares fortalecem e encorajam novos rumos,novas perspectivas e novos empreendimentos.Talvez o pensamento dele seja fruto de uma percepção antiga do casamento de que o homem é o provedor e não pode correr riscos.Beijos.

 
BlogBlogs.Com.Br