14.1.09

Ponto de fuga


Um olhar virou ponto de fuga.
Me distanciei com tal velocidade, que quase me igualo a luz. Quase sumo.
Será que era fuga? Ou já havia fugido, daquele olhar que tinha um futuro imaginado?
Creio que são diversas perguntas. E até agora busco uma resposta.
Contudo eu respondo sempre. Até demais.
Só queria ouvir essas minhas respostas.
Que vão para fora, que chegam nos seus ouvidos, que se misturam com seu sentimentos, que fogem do meu controle. Que são respostas pra você. Mas não são para mim.

 
BlogBlogs.Com.Br